São tempos de reinvenção.

E em tempos como estes, onde as coisas mudam de uma hora para a outra, ninguém está preparado. O grande diferencial aqui, é a velocidade com que você se adapta à uma nova situação.

Estamos em casa, isolados por um bem maior, o que significa que o seu cliente também está. O online e o digital, mais do que nunca, desempenham um papel fundamental na relação entre marcas e pessoas que sim, apesar de tudo, ainda continuam consumindo.

Mas mais do que produtos, as pessoas querem um posicionamento, querem soluções. Não se trata mais sobre divulgar o quanto seu produto é incrível, mas sim, o que você está fazendo para tornar a rotina das pessoas mais fácil e tornar o mundo um lugar melhor.

Aqui no Studio61, como nunca deixamos de fazer, também estamos nos reinventando. E não estamos fazendo isso sozinhos. Estamos trabalhando lado a lado, diariamente com nossos clientes, para nos reinventarmos e reinventá-los também.

E para isso, a informação é fundamental. Compartilhamos aqui com você, alguns insights do ‘Relatório Especial: Confiança nas marcas e pandemia de coronavírus’, elaborado pelo Edelman Trust Barometer, com dados importantes sobre o comportamento e percepção dos consumidores diante do que estamos vivendo.


Preservando a confiança da marca durante a crise do coronavírus


1 – Apareça e faça sua parte

As marcas têm um papel vital a desempenhar. Este não é o momento de sumir, e sim de aparecer e usar todos os seus recursos e criatividade para fazer a diferença. De acordo com o relatório, 91% das pessoas esperam que as marcas se posicionem e confiam que elas irão fazer o que é certo diante da situação.

2 – Não aja sozinho

Há força na colaboração. Para realmente ajudar as pessoas durante esta crise, é necessário unir forças com outros, principalmente o governo. No Brasil, 96% das pessoas esperam que as marcas unam forças com o governo e órgãos de socorro para superarmos a crise, assumindo o que for necessário e o que puderem fazer para suprir falhas na resposta do governo ao vírus.

Um exemplo claro de união e colaboração que tivemos aqui no Studio foi a criação da campanha ‘Nosso Bairro Unido’, da Diálogo Engenharia, uma ação de incentivo e solidariedade ao comércio local totalmente colaborativa por parte do público, que indicou estabelecimentos comerciais operando via delivery em seus bairros.

3 – Solucione, não venda

As marcas devem concentrar todos os esforços em encontrar soluções adequadas e significativas para os problemas que as pessoas estão enfrentando hoje. Focar a publicidade em como os produtos e serviços podem ajudar as pessoas a lidar com os desafios de vida relacionados à pandemia é o desejo de 89% dos entrevistados pela pesquisa no Brasil.

4 – Comunique com emoção, compaixão e fatos

As pessoas se sentem tranquilizadas por ações e compromissos positivos das marcas. Comunique-se com empatia para ajudar tanto a informar quanto a tranquilizar. É desejo de 94% dos entrevistados no Brasil que as marcas comuniquem como estão ajudando, informem seus clientes sobre mudanças em como a marca está operando e como é possível ter acesso a seus produtos e serviços.


Ficou interessado em saber mais? Você pode acessar o estudo completo e em português
clicando aqui.

Em resumo, onde há crise, há também oportunidades. E nós estamos aqui, prontos para estarmos ao seu lado para superar mais este desafio, por meio de nossos serviços de Gestão de Marcas e Marketing Digital para que você encontre o tom certo de sua comunicação e corresponda às expectativas de seus clientes nesta hora.

 

E aí, vamos juntos planejar o presente e o futuro de sua marca?