Seu público até visita seu site, mas as conversões ainda são poucas? Entenda o que é Conversion Rate Optimization (CRO) e como aumentar taxas de conversão ao utilizá-lo. Continue a leitura para conferir!

Ao abrir qualquer negócio online, há um grande empenho em utilizar técnicas de marketing digital para tornar uma página relevante e atrair audiência. Porém, mais do que atrair visitantes, fazer com que eles realizem conversões é uma tarefa que exige ainda mais trabalho. Então vamos começar do começo: o que pode ser considerada uma conversão?

Converter é preciso

Para entender como aumentar taxas de conversão, é necessário, primeiramente, compreender seu significado. Pode ser considerada uma conversão toda vez que um visitante executa um objetivo pré-estabelecido em sua página, passando para outro status e, portanto, avançando estágios na jornada do cliente. Por exemplo: quando um visitante preenche um formulário e torna-se um lead, quando faz uma solicitação de contato e também, é claro, quando realiza uma compra direta. Sendo assim, a taxa de conversão é uma das métricas mais importantes para os profissionais de marketing digital, já que ela revela a porcentagem de pessoas que está executando as metas estabelecidas pela equipe e gerando resultados para o negócio.

Como calcular a taxa de conversão?

Esta métrica é calculada pelo número de conversões sobre o total de visitas ou cliques. Para exemplificar: imagine que sua página recebeu 100 visitas e 5 pessoas converteram nela. 5/100 = 5%. O resultado é a taxa de conversão desse período. 

Antes de falarmos sobre como otimizar esses números, é importante ressaltar que a taxa de conversão ideal varia em relação a cada negócio. Uma empresa de cursos online terá, provavelmente, uma média de conversões diferente de uma empresa de softwares para mercado B2B, por exemplo. Por isso, antes de colocar as técnicas de CRO em prática, busque referências e consulte empresas do setor para basear-se em números pertinentes à sua realidade.

E onde entra o CRO?

Agora que já está claro o que é taxa de conversão e como calculá-la, é importante saber como aumentar este número. É aí que entra o CRO, uma das importantes siglas do universo do marketing, que significa Conversion Rate Optimization ou Otimização da Taxa de Conversão, em português e representa um conjunto de práticas para aumentar taxas de conversão de determinado site por meio de testes. 

É fundamental ter em mente que o CRO não busca atrair mais leads, mas sim elevar as conversões aproveitando o tráfego já existente.

Defina um objetivo

Como em todo projeto, antes de colocar os testes em ação é preciso definir um objetivo para o CRO. Para isso, uma boa opção é utilizar as metas SMART, uma metodologia que defende que as metas devem ser específicas, mensuráveis, possíveis de executar, relevantes ao negócio, e com tempo de realização estabelecido. 

Um exemplo de meta smart: aumentar a taxa de conversão na minha página de solicitação de contato em 50% em até 30 dias. 

ilustrações de uma equipe se esforçando para acertar o objetivo e aumentar taxas de conversão

Formule hipóteses

Tendo um objetivo definido, é hora de formular as hipóteses. Embora a otimização seja baseada em dados, e não em opiniões, a experiência da equipe de marketing digital pode ser um ponto de partida na identificação dos pontos a melhorar.

Imagine que a landing page para o download de um e-book está tendo uma baixa taxa de conversão e você acredita que isso é devido ao pouco destaque que o botão de download tem na página. Assim, a hipótese poderia ser: “mudar a cor do botão de download de azul escuro para vermelho vai aumentar o número de downloads do e-book”.

Isso não significa que seja verdade, mas será uma base para realizar os testes e realmente comprovar se a hipótese é verdadeira. 

Testes, testes e mais testes…

Agora é hora de colocar a mão na massa! A estratégia para aumentar taxas de conversão é baseada em testes e experimentações. O mais comum deles é o teste A/B, que utiliza duas opções de uma mesma variável, com o objetivo de entender qual gera melhores resultados. Um exemplo poderia ser o envio de um e-mail marketing para sua base de contatos: 50% com botões de CTA em vermelho e 50% com botões de CTA em azul, como na hipótese já mencionada.

Não se esqueça que, para este tipo de teste, deve-se alterar apenas uma variável por vez, caso contrário, não será possível analisar com clareza quais elementos tiveram melhor desempenho. E, ainda, para realizá-los com maior eficiência, será preciso utilizar ferramentas que automatizam o processo, como o RD Station ou Hubspot.

Não sabe por onde começar? Confira a seguir dois fatores que estão diretamente relacionados à taxa de conversão e que você deve levar em consideração em seus experimentos.

Como fazer um bom CTA?

Quando trata-se de conversão, o CTA (Call To Action ou Chamada Para a Ação, em português) é um dos elementos mais importantes nas landing pages e e-mails marketing. Por isso, muitas vezes, baixas taxas de conversão podem ser resultados de um CTA pouco eficiente. No caso dos botões, algumas dicas são válidas:

1- Utilize cores contrastantes para que seu visitante identifique o botão claramente;

2- Tenha apenas um objetivo: não insira dois comandos em um mesmo botão;

3- Atente-se ao estágio do visitante no funil de vendas. Caso ele ainda esteja no topo do funil, não é ideal que o botão indique solicitação de contato, por exemplo. Isto é aconselhado para pessoas que já conhecem mais sobre seu produto ou serviço;

4- Escreva um texto curto, mas eficaz. Técnicas de copywriting podem ajudar;

5- Teste mais de um CTA! Utilize os processos de CRO para testar esta variável e descobrir  qual opção é mais relevante ao seu negócio.

ilustração de um cursor no botão "click"

Copywriting

Outro fator que ajudará você a aumentar taxas de conversão é o copywriting. Este termo diz respeito à escrita persuasiva, que utiliza recursos para engajar o leitor e levá-lo a tomar uma atitude, no caso, uma conversão. Dentre as boas práticas de copywriting estão:

1- Evite generalizações. Escreva conteúdos direcionados a sua persona;

2- Personalize a comunicação. No email, por exemplo, mencione o nome do seu destinatário;

3- Atinja o emocional da persona. Utilizar técnicas de storytelling pode ser uma alternativa;

4- Utilize gatilhos mentais. Confira aqui como eles funcionam.

Analise seus textos e leve em conta que este pode ser um fator crucial na hora de engajar e convencer seu público. Para aumentar sua taxa de conversão, invista nas técnicas de escrita persuasiva e realize testes de CRO para entender qual forma garante melhor desempenho.

Ferramentas para análise 

Definiu objetivos, elaborou hipóteses e realizou os testes? Agora é hora de analisar os resultados! Confira algumas ferramentas que podem ajudar nesta etapa: 

1- Google Tag Manager: pode ser usado para compartilhar informações de uma fonte de dados, como seu site ou blog, com outras fontes de dados, como o Google Analytics e Hotjar, por exemplo. Desta forma, é possível ter um controle das métricas de números de visitas no site e em páginas específicas dentro dele.

2- Google Analytics: é uma ferramenta gratuita da Google que permite analisar o tráfego das suas páginas. Ela pode ser instalada em qualquer domínio e mostra informações detalhadas sobre o comportamento dos visitantes em uma página específica.

3- Google Optimize: é uma ferramenta de otimização de sites. Pode ser utilizada para realizar testes contínuos com diferentes combinações de elementos de um site, criando variações de páginas, design, conteúdo e outros. 

Obtendo resultados

O processo de CRO é baseado em algumas etapas: primeiro ocorrem a definição de objetivos e levantamento de hipóteses e depois os testes, que são analisados e geram as conclusões. A partir disto, é possível realizar ações e, finalmente, obter melhorias. Embora envolva dedicação, paciência e habilidades analíticas, com certeza o esforço vale a pena, afinal, uma taxa de conversão alta é uma das maiores provas de um trabalho eficiente de marketing digital

Para continuar acompanhando conteúdos como este e ficar por dentro do universo de marketing digital e design, assine nossa Newsletter. Até a próxima!