Top
Erros 2

Cinco erros comuns em campanhas de marketing digital

Uma campanha de marketing digital de resultados é uma grande aliada das marcas que precisam ter presença, engajar e converter. Mas como fazer isso de maneira assertiva, sem gastar meses em um trabalho que ecoa nesse mundão chamado ~internet~ e não gera o retorno esperado?

 

Alguns erros são comumente cometidos por quem ainda não tem muita experiência em marketing digital. É preciso lembrar que, como qualquer outro investimento, é preciso medir retorno e resultados.

 

1. Definindo uma persona

Você sabe quem são os clientes da sua empresa? É indispensável saber com quem você está falando, para não correr o risco de tentar vender fast food para quem segue o lifestyle da Bela Gil, por exemplo.

Basicamente, personas são os tipos de clientes que você tem. Quanto mais informações, melhor: hábitos de consumo e preferências pessoais fazem grande diferença na hora de desenvolver a sua campanha.

 

2. Produza conteúdo próprio

Mas não qualquer conteúdo. Produza “o-senhor-mother-fucker-conteúdo”, o melhor que puder fazer. Hoje todo mundo produz conteúdo o tempo todo, e algumas das coisas mais legais divulgadas em massa pelas pessoas são produzidas por marcas. Vídeos, textos, fotos, campanhas, quizzes, enfim: há uma infinidade de formatos para serem explorados e que podem impactar a sua audiência e vender a sua marca. Descubra o que pode ser relevante para o seu público e aposte no conteúdo de qualidade. Ninguém mais tem tempo nem paciência para perder com bobagens.

 

3. Seja estratégico na produção de conteúdo

Se eu fosse o Akinator, poderia advinhar que você está pensando: “mas sobre o que exatamente minha marca poderia falar?”. Mas, como não sou, fica a dica do SEO, o melhor aliado do conteúdo. Otimize seu site com as palavras mais buscadas pelo seu público no Google. Para começar, faça uma busca das palavras-chave relevantes, com bom volume de busca e que são fáceis de alcançar com ferramentas de busca.

 

4. Use as métricas certas – e pare de se comparar com o concorrente

Benchmark sim, comparação por vaidade, jamais. De nada adianta querer ter os milhões de fãs e likes que o concorrente tem. Aprenda uma coisa: isso não significa nada. Você não vai gerar mais oportunidades de venda com uma chuva de likes no seu post fofinho do Facebook. Há pelo menos outras três métricas nas quais você deve prestar atenção: número de visitantes únicos, número de clientes conquistados e números de leads, o que nos leva diretamente ao próximo tópico.

 

5. Gere leads

O que você pretende com toda essa estratégia conteúdo relevante + SEO + mídias sociais e links patrocinados? O que todo mundo quer: gerar oportunidades de negócios, também conhecido como leads.

Já sabemos que uma decisão de compra começa muito antes de o cliente chegar na marca. Por isso é tão importante que o site contenha toda a sorte de informações que o cliente possa querer saber, como os benefícios do produto ou serviço, vantagens de escolher a sua marca, dentre outros.