Sua empresa está explorando todo o potencial que um e-mail marketing oferece? Se você está se perguntando se eu sei que ano é hoje, aqui vai um dado interessante: uma pesquisa da Campaing Monitor mostrou que o e-mail marketing é 40% mais efetivo para a aquisição de novos clientes do que o Facebook e o Twitter. Pois é. Quem diria que o e-mail não estava tão sumido assim? Claro que, como em toda estratégia bem pensada e executada, é preciso aliar conteúdo e design para aproveitar o poder do mailing formado por pessoas que pediram para receber notícias sobre a sua marca ou o seu serviço. Com uma audiência qualificada, você só precisa criar um conteúdo interessante para fidelizar os clientes e fazer com que a sua marca seja lembrada pelos motivos certos. O e-mail marketing é uma maneira muito efetiva de entregar o conteúdo certo para a pessoa certa, por isso alguns cuidados são extremamente necessários na hora de apostar na ferramenta. Comece pelo básicoLembre-se: você só vai ter uma chance de fazer cada destinatário se interessar pela sua mensagem. Se 35% dos usuários abrem um e-mail apenas pelo assunto, vale a pena chegar de forma criativa. Do contrário, a lixeira é o destino mais provável, você não quer que isso aconteça. Seja atrativoA não ser que você seja um digital influencer, uma celebridade, ou um anônimo cujo conteúdo se tornou viral, um textão não vai resolver. Aposte no design e em fotos que possam despertar a atenção do destinatário assim que ele abrir a sua mensagem. Fixe sua marcaAposte no design para fixar a sua marca: incluir logo e apostar na mesma paleta de cores são maneiras de fazer com o que o leitor reconheça que o e-mail é seu logo de cara. Um bom layout faz a diferença e sua marca vai agradecer. Depois de tudo isso talvez você já tenha se convencido que o e-mail ainda é uma boa ferramenta de marketing. Mas não se engane: de nada adianta um belo conteúdo por e-mail se a sua marca não comunica de maneira assertiva, não tem presença digital, não engaja ou se o seu site não é lá essa maravilha. Incluir o e-mail na sua estratégia, sim. Apostar tudo nisso, jamais. Já checou sua caixa de entrada hoje?